Vai viajar? Saiba como estudar e trabalhar na Austrália

Vai viajar? Saiba como estudar e trabalhar na Austrália



É só pensar em fazer um intercâmbio que a Austrália parece despontar entre as principais opções de lugares. A preferência não é por acaso: muita gente busca estudar e trabalhar na Austrália pois o país é considerado um dos melhores do mundo para os estudos, segundo a consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS). Em 2015, a cidade de Melbourne ficou em segundo lugar no ranking feito pela empresa, enquanto Sydney ocupava a quarta posição.

A parte mais legal é que estudantes brasileiros podem conseguir um visto que permite trabalhar enquanto estiverem no país e, portanto, ganhar uma graninha extra para se manter por lá. Nas horas vagas, os intercambistas ainda contam com praias deslumbrantes e um clima bem parecido com o nosso para aproveitar ao máximo a estadia no país.

estudar-e-trabalhar-na-australia-1

Foto: Frances Gunn

Visto para estudar e trabalhar na Austrália

A Austrália exige visto de entrada a visitantes de todas as nacionalidades, exceto os neo-zelandeses. Mesmo assim, é bom ter em conta que o visto de turista não permite que a pessoa trabalhe legalmente no país e confere o direito a uma permanência de até 12 semanas, podendo ser prorrogado após o término deste período.

Quem pretende estudar inglês ou algum outro curso por mais de 14 semanas no país deve aplicar para o visto de estudante. É esse visto que permitirá ao viajante estudar e trabalhar na Austrália.

estudar-e-trabalhar-na-australia-2

Foto: Rafael Leão

Para conseguir o visto, será necessário ter suas passagens de ida e volta para o país, além de comprovar fundos suficientes para cobrir os custos da viagem que, segundo a Embaixada da Austrália no Brasil, seriam de AU$ 18 mil (cerca de R$ 50 mil) ao ano.

Com o documento em mãos, o estudante poderá trabalhar legalmente por até 40 horas quinzenais durante o período de aulas e exercer uma atividade em tempo integral durante as férias escolares. Normalmente, o visto tem uma a duração do tempo do curso contratado mais o tempo das férias, que costumam variar entre 1 e 3 meses.

Decida seu destino

Mesmo sendo a cidade mais conhecida, Sydney está longe de ser o único destino do país. Antes de embarcar para a experiência, a dica é pesquisar bem qual cidade mais se encaixa no que você busca. Busque informações sobre destinos alternativos, como Melbourne, Brisbane, Gold Coast ou Perth, por exemplo, e veja qual deles se encaixa em seu projeto de viagem.

estudar-e-trabalhar-na-australia-3

Foto: Joshua Hibbert

Economizando na chegada

Muita gente não é acostumada a andar de transporte público no Brasil, mas já ouviu falar que na Austrália a coisa funciona bem diferente – ou seja, funciona! Esqueça a ideia de ter um carro ou pegar táxi para cima e para baixo, o negócio aqui é apostar forte no transporte público, que oferece opções para quase todos os cantinhos.

Na hora de ir às compras a economia também é fundamental, principalmente nos primeiros meses no país, quando o estudante ainda não conseguiu seu primeiro emprego em solo australiano. Nesse caso, opte pelas marcas do próprio supermercado, geralmente com uma qualidade similar às concorrentes, mas preços muito mais baixos.

Se ficar em alguma cidade litorânea, o que é bem provável, ainda poderá aproveitar o lazer gratuitamente em algumas das ótimas praias australianas. 😉

estudar-e-trabalhar-na-australia-4

Foto: Faris Kassim

Fuja dos brasileiros

Não, a gente não tem nada contra os brazucas. Muito pelo contrário: nós amamos ser brasileiros! <3

O problema é que, estando em um país estrangeiro, é importante se integrar ao máximo à vida local, conhecer os costumes e desenvolver melhor o novo idioma. Afinal, você não vai querer voltar para o Brasil com aquela sensação de que poderia ter aproveitado mais a experiência, não acha? Para isso, é importante buscar interagir com a população local – o que pode ser mais fácil em cidades menores e, consequentemente, com menos turistas.

estudar-e-trabalhar-na-australia-5

Foto: Linda Xu

Você não vai cruzar o mundo só para trabalhar, mas isso pode ser parte importante do seu intercâmbio. Muita gente tem mais facilidade de aprender um idioma quando passa a conviver com a rotina do local e é isso que a experiência de estudar e trabalhar na Austrália irá oferecer aos estudantes. Além, é claro, de oferecer o dinheiro para o seu sustento na terra dos cangurus. 😉

Mais informações: 

Embaixada da Austrália no Brasil

Post por Mariana Dutra

Para onde viajar
Eu tenhoBudget
e quero viajar porDias
Para onde viajar

2 comentários

Comente

+ Deixe um comentário