Existe uma porção de cidades legais para conhecer em Minas Gerais, terra que normalmente é associada a coisas boas como pão de queijo, café e cachaça. Além de ser propícia para a comilança, é também um lugar de descobertas, de cultura e de muita história. Motivos não faltam para conhecer este verdadeiro tesouro brasileiro.

Em Minas estão alguns dos destinos históricos mais importantes do país, repletos de igrejas e outras construções arquitetônicas fabulosas. É lá onde casais se refugiam entre as montanhas, que durante o inverno ficam melhores ainda, e os aventureiros buscam por novas emoções e encantos naturais.

Confira cidades legais para conhecer em Minas Gerais que valem uma visita:

1. Brumadinho

A apenas 60 km de Belo Horizonte, a cidade sedia o Instituto Inhotim, um dos museus mais legais do país, que se integra a um incrível jardim botânico. Ou seja, o lugar é um verdadeiro colírio para os olhos, seja pela arte ou pela natureza que o cerca. Na área de 400 hectares se espalham galerias com obras de Vik Muniz, Adriana Varejão e outros grandes artistas. Confira opções de hotel, pousada ou hostel aqui.

Inhotim

Foto: Marcelo Coelho

Confira aqui dicas de pousadas próximas a Belo Horizonte para relaxar!

2. Poços de Caldas

O destino costuma atrair casais que querem curtir o friozinho juntos. A estância hidrotermal é ideal para quem quer relaxar em banhos de imersão, descansar em bons hotéis com vista para as montanhas, avistar a cachoeira Véu das Noivas, comprar cristais de Murano e passear no maior percurso de teleférico do país, com 1.500m de extensão. Hospedagem? Confira aqui!

Poços de Caldas

3. São João del Rei

A cidade ainda é marcada pelo período colonial do Brasil, estampado nos edifícios, casarões e sobrados históricos. É de lá que parte um trem Maria Fumaça rumo ao próximo destino desta lista, Tiradentes, levando os turistas para mais uma grande viagem no tempo. Confira opções de hospedagem aqui.

sao joao del rei

4. Tiradentes

A cidade fundada no sul de Minas Gerais é considerada Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. As igrejas do século 18 que preservam a arquitetura colonial e a arte barroca, com traços de Aleijadinho e detalhes em ouro na Matriz de Santo Antônio, são alguns dos encantos. Os passeios de charrete e Maria Fumaça também são mantidos. Encontre aqui opções de hospedagem.

5. Capitólio

Rodeada de belas paisagens, a cidade é um prato cheio para os adeptos do ecoturismo. A represa de Furnas e suas águas esverdeadas é a menina dos olhos da região, que ainda conta com cachoeiras, trilhas, mirantes, grutas e a chamada Lagoa Azul, outro ponto alto do local. Descubra lindas opções de hospedagem em Capitólio aqui!

capitolio

Confira um post especial que fizemos sobre Capitólio.

6. Araxá

Além de ser uma das portas de acesso ao Parque Nacional Serra da Canastra, a pequena cidade de Araxá é conhecida por conta do Grande Hotel. Inaugurado em 1944, é um grande marco da hotelaria brasileira, onde funciona um spa de águas termais. Banhos de imersão, tratamentos corporais e faciais, massagens e saunas são alguns dos atrativos. Confira quanto custa a hospedagem aqui.

Araxá_2

7. São Tomé das Letras

A pitoresca cidade mineira atrai muitos jovens e aventureiros que querem desvendar seus mistérios. Inúmeras lendas permeiam a cidade histórica, rodeada de misticismo. Cachoeiras, grutas e um incrível pôr-do-sol do alto da Casa da Pirâmide divertem os viajantes, que também têm como vantagem um céu estrelado durante a noite. Opções de pousadas você encontra aqui.

sao tome das letras3

Confira nosso post sobre São Tomé Das Letras.

8. Itacarambi

O principal atrativo da região é o Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, a 15 km de Itacarambi. Patrimônio geológico e arqueológico, está rodeado de lugares incríveis, como 140 cavernas e mais de 80 sítios arqueológicos, onde dá para encontrar até mesmo pinturas rupestres. A tribo indígena dos Xakriabás ainda vive no local.

Peruaçu

9. Alto Caparaó

Alto Caparaó fica a 371 quilômetros de Belo Horizonte, na divisa com o estado do Espírito Santo. A jovem cidade, com apenas 20 anos de emancipação, antes era um distrito de Carangola, juntamente com Caparaó Velho. É um bom destino para os aventureiros, já que é a porta de entrada do Parque Nacional do Caparaó, onde está o Pico da Bandeira, terceiro maior do Brasil. O turismo, ao lado da cafeicultura, é a principal atividade econômica do município, por isso é possível encontrar boas opções de hospedagem.

10. Sabará

Sabará é uma pequena cidade mineira de cerca de 45 mil habitantes e vizinha a Belo Horizonte. Com um importante e bem cuidado centro histórico, o munícipio faz parte do Caminho de Sabarabuçu da Estrada Real e do Circuito do Ouro. A cidade também é conhecida por seus festivais gastronômicos: o do oro-pro-nobis, que acontece no segundo trimestre do ano, e o da jabuticaba, no quarto trimestre.

O oro-pro-nobis, para quem não conhece, é uma hortaliça utilizada como ingredientes em vários pratos da culinária mineira. Os festivais garantem dias de festança, com muita comida, artesanato e vários cantores e bandas se apresentando no palco.

11. Lima Duarte (Conceição do Ibitipoca)

Localizada na zona da mata mineira, a Vila de Conceição do Ibitipoca é distrito do município de Lima Duarte. O Parque Estadual do Ibitipoca, em plena zona da mata mineira, encanta com suas passagens com águas amarelas escuras. São cachoeiras, mirantes, grutas, riachos e penhascos. Um dos destaques é o lago da Miragem e a Janela do Céu. Mas não é só de natureza que vive Ibitipoca. A vila possui muitos ibiti-atrativos, como gostam de batizar as coisas pela local. Você vai tomar uma ibitibeer e comer um ibitilanche, depois de fazer uma ibititrilha no ibitiparque! Confira aqui opções de hospedagem.

12. Carrancas

O munício de Carrancas faz divisa com São João del Rei e está localizado a 280 quilômetros de Belo Horizonte. O lugar ainda é pouco explorado pelos turistas, apesar de seus vários atrativos. Por isso mesmo, sobra tranquilidade. São muitas cachoeiras, grutas e o “Monte Roraima” de Minas Gerais. Carrancas foi cenário da novela Império (2014), que se passava na fronteira com a Venezuela. Os pontos que serviram de locação foram a Chapada do Abanador, a Gruta da Ponte e a Cachoeira do Turco. Descubra confortáveis pousadas em Carrancas aqui.

13. Santana dos Montes

Santana dos Montes é uma cidade pequenininha, de cerca de 4 mil habitantes. Um dos principais atrativos da pequena cidade são seus muitos hotéis-fazenda. Suas várias lindas fazendas históricas, com casarões do século XVIII, foram transformadas em hotéis-fazenda, com opções de lazer e relaxamento. Quase todos oferecem pensão completa, então sair passear pelo pequeno centro histórico da cidade é quase que opcional.

14. Gonçalves

O forte de Gonçalves, cidade localizada na Serra da Mantiqueira, é o ecoturismo, tanto de aventura quando de contemplação. Com cerca de 4 mil habitantes, a maior parte deles vive na zona rural do município.

Por ser uma região montanhosa, com muitas íngremes tortuosas estradas de terra, passeios de 4×4 fazem sucesso. Há muitas pousadas bem confortáveis e gastronomia é também um forte atrativo na cidade.

Uma dica é conhecer o Alambique Três Barras, bem famoso e tradicional na região. Lá eles fabricam vários tipos de cachaça e licores, tudo artesanalmente e a degustação é liberada.

15. Santana do Riacho (Serra do Cipó)

A cidade fica a 110 quilômetros de Belo Horizonte e, por essa razão, está bem servida por ônibus que saem da capital. O município é um dos que abrigam o Parque Nacional da Serra do Cipó, com várias trilhas que podem ser exploradas sem guia devido a boa sinalização. Mas, as trilhas são longas, por isso é bom se preparar. Em Santana do Riacho também está localizada a Vila de Lapinha da Serra, de onde se pode fazer passeios mais tranquilos.

16. Serro (São Gonçalo do Rio das Pedras)

A cidade de Serro, a 300 quilômetros de Belo Horizonte, abriga o distrito de São Gonçalo do Rio das Pedra. Cercado por muitas cachoeiras e com vista para a imponente Serra do Espinhaço, o lugar ainda possui com um charmoso centro histórico. É o local perfeito para descansar e contemplar a natureza. Além disso, Serro é conhecida por seu queijo, que foi declarado patrimônio imaterial pelo IPHAN. Vale ainda a visita a outro distrito encantador, o de Milho Verde, apenas a 8 quilômetros de distância de São Gonçalo do Rio das Pedra. Encontre opções de hospedagem aqui!

17. Camanducaia (Monte Verde)

Ao sul do estado, o município de Camanducaia abriga o distrito de Monte Verde. A região está a mais de 1.500 metros de altitude, em plena serra da Mantiqueira. Por essa razão, a região tem clima frio durante todo o ano, com as temperaturas podendo chegar perto de 0ºC, ou até menos, no inverno. Esse climinha mais gelado e que pede um aconchego garante o título para que Monte Verde seja uma das regiões mais românticas de Minas Gerais e um ótimo destino para casais. Confira opções de hotel, pousada ou hostel aqui.

18. Ouro Preto (Lavras Novas)

Ouro Preto é uma cidade bem conhecida em Minas Gerais, devido à riqueza histórica que abriga dentro de suas fronteiras. Mas, fugindo um pouco do seu centro histórico, a 19 quilômetros da sede, é possível conhecer Lavras Novas, um dos treze distritos da cidade mineira.

O sinônimo do local é sossego. No meio das montanhas e com belas paisagens por todos os lados, Lavras Novas possui várias pousadas, chalés, lofts e sítios. Para os que gostam de atividades ecológicas, é possível explorar a região por meio de trilhas, passeios de quadriciclo e rapel.

E se o tédio bater, Ouro Preto está bem pertinho garantido outras atrações.

Post por Brunella Nunes e Marina Galucci

Fotos: reprodução

Quando não está viajando pelo mundo, está viajando nas ideias.

4 comentários

  1. Gostei +,gostaria de conhecer todos esses lugares,+ pretendo conhecer Ibitipoca primeiro e capitolio

  2. Só lugares tops Nessa lista. Já visitei uns 80%, mas esse post me deu outras ideias tbm 😊

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *