A cidade aos pés da Cordilheira dos Andes é pequena, por isso é difícil não ficar bem localizado. Diferente de muitas cidades que oferecem várias opções de bairros para se hospedar, em Mendoza a dúvida é mais fácil de ser resolvida pois de modo geral há dois lugares onde o turista pode optar por ficar durante a viagem: no centro ou na região das vinícolas, tudo vai depender do interesse de quem viaja.

Mendoza possui mais vinícolas do que opções de hospedagem, mas mesmo assim é possível encontrar um hotel ou hostel que agrade ao gosto e ao bolso do viajante. Como na maioria dos lugares, existem os períodos de alta e de baixa temporada, portando o valor da hospedagem pode ficar mais barato ou mais caro de acordo com a data da viagem escolhida.  

Centro

Se hospedar no centro é bom por ter tudo ao redor, desde restaurantes, comércios, transportes, bancos, enfim, tudo o que alguém possa precisar durante a viagem, mas é comum que o turista saia cedo do hotel para algum passeio e retorne somente a noite, aí nesse caso não há tanta necessidade de ficar no centro da cidade.

O centro também é bom para quem gosta de sair à noite para jantar sem depender de transporte, com muita oferta de restaurantes, quem fica no centro encontra fácil um bom local para jantar em uma curta caminhada. Durante a noite, outro programa tradicional em Mendoza é sair para tentar a sorte nos cassinos, aí de novo, se hospedar no centro facilita, e é ali que fica o Park Hyatt Mendoza Hotel, um hotel 5 estrelas e com cassino onde o hóspede nem precisa sair para jogar e fica bem no coração de Mendoza, em frente à Plaza Independencia. Se hospedar no centro em geral também é mais barato e há muitas mais opções de hotéis para escolher como estes: NH Cordilleira, com um ótimo custo-benefício, Villagio Hotel Boutique, bem localizado e com preço considerado justo e o Urbana Suítes, um 3 estrelas sem luxo algum, mas suficiente para descansar depois de um dia todo passeando. 

Maipú

Já, quem puder se hospedar nos hotéis próximos das vinícolas, provavelmente ficará na região de Maipú ou Luján de Cuyo e terá uma experiência no mínimo diferente e provável com alguma paisagem bem bonita ao acordar. Claro, isso para quem faz questão de ficar mais perto das vinícolas, para quem gosta de experiências diferentes, pra quem pode pagar a mais por isso e pra quem gosta de tranquilidade, pois o centro fica distante e pra ir até lá é necessário pegar alguma condução. Em geral os hotéis próximos das vinícolas são pequenos e mais intimistas, a maioria com decoração bem charmosa. Algumas opções de hotéis nessa região são: Entre Cielos, um pequeno hotel de luxo com spa e vista para Cordilheira dos Andes, Finca Adalgisa Wine Hotel, um hotel e vinícola muito charmoso, que oferece aos hóspedes aluguel de bicicleta e aulas de culinária, a Pousada Borravino que possui uma boa piscina e apenas 8 quartos e o Club Tapiz com vinhedos e oliveiras, onde o hóspede pode participar do processo de colheita e de degustação

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Mendoza

Hospedagem em Mendoza

menor valor maior valor
Albergue R$ 52,12 R$ 147,66
Hotel R$ 77,59 R$ 470,69
Apartamento R$ 102,61 R$ 358,31

Lugares baratos para ficar em Mendoza

Média de preços por dia