• Café da manhã

    ARS40.00 ARS60.00 ARS110.00
    R$ 7,23 R$ 10,85 R$ 19,89
    Baixo custo Enconômico Conforto
  • Almoço

    ARS70.00 ARS210.00 ARS250.00
    R$ 12,65 R$ 37,96 R$ 45,19
    Baixo custo Enconômico Conforto
  • Jantar

    ARS120.00 ARS260.00 ARS350.00
    R$ 21,69 R$ 47,00 R$ 63,27
    Baixo custo Enconômico Conforto

Guia Alimentação em Buenos Aires

Esqueça de vez o feijão com arroz, os buffets a quilo e aqueles pratos completinhos que vêm com carne, acompanhamento e uma salada verde. Você não vai encontrar nada disso em Buenos Aires, mas isso não significa que não possa se apaixonar pela gastronomia típica dessa região, onde o destaque são as deliciosas carnes de todos os estilos. Aqui, elas costumam vir acompanhadas de chimichurri, um molhinho à base de ervas que confere um sabor especial a qualquer carne.

A influência italiana no país também estampa sua marca ao apresentar uma diversidade de massas artesanais saborosíssimas: são sorrentinos, raviólis, nhoques... É possível encontrar algumas massas de dar inveja à qualquer vovó italiana até mesmo ao visitar pequenos restaurantes que irão surpreender você pela qualidade da comida a preços acessíveis.

Antes de embarcar, saiba que o café da manhã de qualquer hotel terá medialunas (ou o nosso conhecido croissant) como atração principal. Caso a sua hospedagem não inclua café da manhã, também vale a pena sair para desayunar em algum café próximo de onde estiver. O hábito é comum entre os portenhos e quase todos os lugares oferecem um menu de café da manhã com preços especiais.

Na hora de escolher um bom lugar para a primeira refeição do dia ou para uma parada no meio da tarde, não deixe de visitar o Café Tortoni, que faz parte dos bares notables, uma seleção de locais considerados como Patrimônio Cultural da Cidade de Buenos Aires. No início do século passado, o lugar era frequentado por diversos artistas, incluindo pintores, escritores e músicos, o que lhe rendeu a fama e aumentou o prestígio do café. Hoje, muita dessa aura se conserva intocada, fazendo com que uma visita ao local se transforme em uma pequena viagem no tempo.

E já que falamos em hora do lanche, é quase impossível não provar uma empanada de carne, frango ou queijo com cebola. Elas podem ser encontradas em quase qualquer esquina e, em casas mais especializadas, também não é difícil achar uma grande variedade de sabores, que costumam incluir espinafre, quatro queijos ou carne com cheddar.

Outra parada tradicional dos porteños é a pizzaria Guerrín, que serve pizzas inteiras ou em fatias, sempre com muito queijo. Se quiser economizar no lanche, a dica é comer em pé mesmo, no balcão: nesse caso, a pizza sai mais em conta do que se você sentasse na mesa e fizesse o mesmo pedido. São as regras da casa e ninguém discute.

A sobremesa fica por conta dos alfajores, é claro. A marca mais conhecida entre os brasileiros é, sem dúvida, a dos alfajores Havana, que contam com seus próprios cafés espalhados pela cidade e até mesmo alguns pontos de venda pelo Brasil. Vale provar também os alfajores caseiros de maisena e experimentar outra marca queridinha dos portenhos: a Cachafaz. Estes doces são também um presente comum para se trazer de lembrança de viagem para os amigos. E sabe por quê o alfajor de lá é tão conhecido? Por causa do doce de leite mais delicioso do planeta, é claro – nesse quesito, a Argentina só disputa com o Uruguai.

Por sinal, o doce de leite também é destaque em outra sobremesa que é orgulho nacional: os helados. Há muitas sorveterias pelas ruas e a qualidade dos sorvetes por lá é incrível. Quem não quiser arriscar experimentando todos que encontrar pelo caminho pode dar preferência a algumas das marcas mais conhecidas – e aprovadas – na cidade, como Freddo, Chungo ou Abuela Goye.

A gente sabe que sua barriga já está roncado só de ler sobre essas delícias, mas você já pensou em qual a comida do dia-a-dia dos portenhos? Acertou quem disse "milanesa com papas". O bife à milanesa deles é bem fininho e um pouco diferente do brasileiro, mas é um dos pratos mais consumidos do país. Para acompanhar, as "papas" ou batatas, podem vir em forma de purê ou fritinhas mesmo. Quase qualquer café de esquina terá o prato para vender - e você não vai se arrepender de provar.

Aqueles que quiserem ir mais longe e conhecer um prato bem típico da região podem experimentar o locro, que é um ensopado à base de feijão, milho e abóbora. O que pode parecer bem estranho a princípio é na verdade uma comida bastante comum no inverno, mas que você dificilmente encontrará em restaurantes pela cidade. Porém, se você visitar Buenos Aires próximo do 25 de maio ou do 9 de julho, vai ver que é bem fácil encontrar um bom prato de locro em qualquer lugar. É que a comida é comum principalmente em datas festivas nacionais, como essas aí de cima.

Quando o assunto é comer fora e muito bem, a região de Puerto Madero parece ter sido feita sob medida. São tantos restaurantes em um só bairro que pode ser até difícil escolher onde ir. A maioria dos locais oferece uma vasta opção de carnes e massas, além de sobremesas de dar água na boca.