Guia Bariloche

Um dos destinos de inverno mais populares entre os brasileiros, Bariloche oferece tudo que você poderia esperar de uma viagem à Patagônia argentina. Os preços razoáveis para pacotes saindo do Brasil fazem com que cada vez mais pessoas se interessem por conhecer todas as belezas da região.

Para curtir ao máximo seus passeios em Bariloche, recomendamos realizar sua reserva com antecedência. As atividades na cidade são muitas e você certamente não vai querer perder tempo procurando uma agência de turismo quando chegar lá.

Além disso, como a maior parte das atividades envolve atrações afastadas do centro, como caminhadas para subir montanhas ou tours nos muitos lagos da região, pode ser difícil realizar alguns dos passeios planejados sem o auxílio de um guia local. Nossa dica é começar realizando o Circuito Chico, que é quase um city tour para ver os principais pontos turísticos, incluindo visitas aos mirantes e lagos no entorno da cidade.

E por falar em lagos, é quase impossível conhecer Bariloche sem ficar tentado em realizar o Circuito dos 7 Lagos, entre Villa Langostura e San Martín de los Andes em um trajeto com as paisagens mais lindas que você poderá imaginar. Durante o percurso, é possível observar, como o próprio nome diz, 7 lagos: Espejo, Correntoso, Escondido, Villarino, Falkner, Machónico e Lacar.

A beleza de Bariloche, no entanto, reside nas alturas. Uma viagem à cidade não será completa se você não comprar um passeio por pelo menos uma de suas montanhas. O Cerro Tronador, o mais alto da cidade, o Cerro Catedral, que possui a maior estação de esqui da América Latina, e o Cerro Campanário estão entre os mais conhecidos dos turistas e prometem experiências únicas. No último destes, é possível ter uma vista de 360 graus dos lagos e montanhas da região.

Mesmo assim, é o Cerro Catedral que desperta o interesse da maioria dos visitantes, que podem praticar esqui, snowboard e esquibunda em sua pista; ou aproveitar a natureza local para realizar caminhadas pelos arredores durante o verão.