Pesquise e compre sua passagem para Bariloche

Aeroporto em Bariloche

É só chegar o inverno que Bariloche, na Argentina, se enche de turistas sonhando em conhecer suas lindas paisagens nevadas. A cidade é também ponto de partida para conhecer mais da Patagônia Argentina e se tornou um dos destinos de inverno queridinhos dos brasileiros.

Para atender a tanta demanda turística, Bariloche conta com o seu próprio ponto de chegada, o Aeroporto Internacional Teniente Luis Candelaria (BRC), conhecido por muitos apenas como Aeroporto de Bariloche. Uma grande quantidade de voos domésticos e internacionais fazem deste o quarto maior aeroporto de todo o país em tráfego aéreo. Inaugurado em 1954, o local recebe principalmente voos vindos do Brasil, Chile e Argentina, com um fluxo de mais de 1 milhão de passageiros ao ano.

Do Brasil, há voos diretos saindo de Campinas e de São Paulo. Operados pela LATAM (com saída de São Paulo) e pela Azul (saindo de Campinas), estes voos têm duração de cerca de 4 horas e 40 minutos e frequência sazonal. Além destas empresas, as companhias Aerolíneas Argentinas, Austral e Andes também voam para o destino. Quem sai de outras cidades pode realizar uma escala num dos aeroportos brasileiros citados acima ou mesmo fazer uma parada nos aeroportos de Buenos Aires (Aeroparque ou Ezeiza) e, de lá, seguir até Bariloche. 

Como ir do aeroporto de Bariloche para o centro da cidade

O Aeroporto Teniente Luis Candelaria fica a apenas 13km de distância do centro de Bariloche. O meio de transporte preferido dos viajantes para ir até a acomodação são os táxis, que costumam esperar na saída do terminal de desembarque em uma área designada para estes veículos. É o transporte ideal para quem busca mais comodidade durante o trajeto, embora seja mais caro do que os ônibus - o valor é cobrado segundo o taxímetro. Para conforto extra, considere reservar um remis (carro com motorista) com as empresas que trabalham no aeroporto, como a Auto-Jet.

Uma opção mais econômica é realizar o trajeto em uma das vans compartilhadas que operam no local. Normalmente, o preço é em média metade do valor que seria pago em um táxi - e, portanto, é interessante apenas para aqueles que viajam sozinhos.

Se preferir andar de ônibus convencional, a linha 72 chega ao aeroporto e leva os viajantes ao centro em cerca de meia hora. A parada final é na Calle Moreno e esta é sem dúvida a opção mais econômica para realizar o trajeto. O ponto negativo é que o transporte possui poucos horários de funcionamento que, felizmente, podem ser consultados com antecedência através do site argentino MiBus.